Equivalência farmacêutica e bioequivalência

» Voltar

Equivalência Farmacêutica
Dois produtos são farmaceuticamente equivalentes, se contêm a mesma quantidade da mesma substância ativa, na mesma forma farmacêutica, se têm padrões idênticos ou comparáveis e se estão indicados para administração pela mesma via.

Bioequivalência
Consiste na demonstração de equivalência farmacêutica entre produtos apresentados sob a mesma forma farmacêutica, contendo idêntica composição qualitativa e quantitativa de princípio (s) ativo (s), e que tenham comparável biodisponibilidade, quando estudados sob um mesmo desenho experimental.

A Medquímica segue rigorosamente a legislação vigente (RDC 17/07 e RDC 134/03) que trata sobre a realização de testes em seus medicamentos